Amigos da Palavra do Dia

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

A árvore e os frutos

“Não pode a árvore boa dar maus frutos, nem a árvore má dar frutos bons.” (Mateus 7:18)

Toda árvore produz frutos segundo sua espécie. A natureza da laranjeira é produzir laranja, e a natureza da videira é produzir uvas. Assim também acontece com a natureza humana.  O homem pecador, por sua própria natureza peca.
A palavra de hoje mostra que não é possível a árvore boa dar “maus frutos”, e também não é possível a árvore má dar “frutos bons”.

CONCLUSÃO:
Nossas atitudes mostram quem somos: Árvore boa ou má.
Produza bons frutos: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade,
mansidão, domínio próprio.
Os maus frutos são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais a palavra de Deus declara, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.

VERSÍCULOS RELACIONADOS:
“Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus. Nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo: todo aquele que não pratica justiça não procede de Deus, nem aquele que não ama a seu irmão.” (1 João 3:9e10)

Bom Dia.
Deus te abençoe.

A Porta e O Caminho - 15/01/15

“Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;” (Mateus 7:13)

Hoje gostaria de falar de duas coisas que este versículo menciona: “porta” e “caminho”.
Todos seres humanos, sem exceção, estão andando por algum caminho que no final chegará em um destes dois lugares, céu ou inferno.
“Porta”: É a escolha que fazemos em nossas vidas. A porta estreita é a escolha por Deus, enquanto a porta larga é a escolha pelo “mundo”, aquelas coisas que não agrada a Deus, o pecado.
“Caminho”: É o percurso de nossa vida, nossas ações diárias, aquilo que gosto, curto, faço, invisto tempo e dinheiro. Tudo isto mostra o caminho que estamos andando.

CONCLUSÃO:
Qual caminho você tem percorrido? Certamente ele é a consequência da porta que você escolheu. Jesus é a porta da salvação, da vida eterna. Jesus é o único caminho que leva ao céu. Todas as outras portas e todos os outros caminhos não te levarão a Deus, pelo contrario levarão a perdição...



VERSÍCULOS RELACIONADOS:
“Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagem.” (João 10:9)
“Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14:6)
“Respondeu-lhes: Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, pois eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão.” (Lucas 13:24)

Bom Dia.
Deus te abençoe.

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Cuidado com as palavras - 13/01/15

“Quem fala levianamente fere como espada, Mas a língua dos sábios produz a cura.” (Provérbios 12:18)

As Palavras têm poder. Poder de levar alegria, paz, esperança, vida... Por outro lado palavras também podem ferir, levando tristeza, mágoas, ressentimentos, ira, ódio, etc...
A pessoa que fala demais, o famoso “tagarela”, sempre está ferindo um aqui e outro ali. O tagarela geralmente se defende dizendo a seguinte expressão: -“Eu falo mesmo, não guardo nada, sou sincero!” Porém, este excesso de “sinceridade” é como espada que fere as pessoas que convivem com o tal. Não obstante, esta pessoa não sabe que há um princípio espiritual que diz: “Quem ferir com a espada, com a espada será ferido!”
Por outro lado existem os sábios. Aqueles que sabem refrear sua língua, que procuram falar o certo na hora certa. Palavras que edificam e geram vida. As palavras do sábio produz cura, traz edificação e crescimento.

CONCLUSÃO:
Seja sábio! Refreie sua língua!
Aquele que fala levianamente sempre será refém de suas palavras e causador de feridas no seu próximo.




VERSÍCULOS RELACIONADOS:
“Ora, a língua é fogo; é mundo de iniquidade; a língua está situada entre os membros de nosso corpo, e contamina o corpo inteiro, e não só põe em chamas toda a carreira da existência humana, como também é posta ela mesma em chamas pelo inferno. Pois toda espécie de feras, de aves, de répteis e de seres marinhos se doma e tem sido domada pelo gênero humano; a língua, porém, nenhum dos homens é capaz de domar; é mal incontido, carregado de veneno mortífero.” (Tiago 3:6~8)
“Palavras agradáveis são como favo de mel: doces para a alma e medicina para o corpo.” (Provérbios 16:24)


Bom Dia.
Deus te abençoe.

sábado, 10 de janeiro de 2015

Andar com Deus - 11/Jan/15

“Andarei entre vós e serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo.” (Levítico 26:12)

Desde sempre, o Senhor Deus tem um grande desejo de manter uma intima comunhão com sua criação. Este desejo está expresso nas palavras do versículo de hoje.
Quando Ele diz “Andarei entre vós”, Ele quer dizer que estará presente em nossa jornada diária, estará conosco nos momentos de alegria e também nas adversidades. “Andarei entre vós” significa: direção, comunhão, intimidade, se importar contigo, estar presente, etc....
Quando Ele diz “serei o vosso Deus”, Ele quer dizer que será notório o agir d’Ele em sua vida. Ele te guardará de teus inimigos, fará coisas sobrenaturais que só Deus pode fazer, responderá suas orações e súplicas quando clamares...
Quando Ele diz “e vós sereis o meu povo”, Ele quer dizer que estamos sob a sua guarda, as pessoas irão reconhecer que somos d’Ele, e ainda, outro grande benefício de ser “povo de Deus” é poder usufruir das PROMESSAS de sua Palavra. Quem se torna povo de Deus (Jo 1:12) se torna herdeiro das promessas de Deus.


CONCLUSÃO:
Torne-se “povo de Deus” aceitando Jesus Cristo como Senhor e Salvador de sua vida.
Ele ANDARÁ contigo, será o TEU DEUS, e você será o SEU POVO.




VERSÍCULOS RELACIONADOS:
“Andou Enoque com Deus e já não era, porque Deus o tomou para si.” (Gênesis 5:24)
“Porquanto o SENHOR, teu Deus, anda no meio do teu acampamento para te livrar e para entregar-te os teus inimigos; portanto, o teu acampamento será santo, para que ele não veja em ti coisa indecente e se aparte de ti.” (Deuteronômio 23:14)



Bom Dia.
Deus te abençoe.

sábado, 16 de agosto de 2014

O espírito tem fome (parte 2) - 16 Ago

“Disse-lhes Jesus: A minha comida consiste em fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra.” (João 4:34)


Seguindo o raciocínio de ontem, onde falamos sobre nosso corpo espiritual, que assim como o físico tem necessidades básicas como, por exemplo, sede de água.
No versículo de hoje, Jesus ensina que também precisamos nos alimentar espiritualmente, ou seja, nosso espírito precisa “comer”. E neste versículo Jesus ensina que “fazer a vontade de Deus” é comida.


CONCLUSÃO:
Muitas pessoas estão fracas espiritualmente por falta de se alimentar com este alimento que o Senhor mencionou; “fazer a vontade daquele que o enviou”.
Amado irmão(ã), talvez o que esteja faltando em sua vida espiritual seja alimentar adequadamente seu espírito, fazendo a vontade “daquele que te enviou” (Deus).
Ponha a mão no arado e faça a obra de Deus! Isto resultará em fortalecimento espiritual e crescimento em sua vida cristã.




VERSÍCULOS RELACIONADOS:
“Declarou-lhes, pois, Jesus: Eu sou o pão da vida; o que vem a mim jamais terá fome; e o que crê em mim jamais terá sede.” (Jo 6:33)
“Eu sou o pão da vida. (Jo 6:48)
“Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém dele comer, viverá eternamente; e o pão que eu darei pela vida do mundo é a minha carne.” (Jo 6:51)



Bom Dia.
Deus te abençoe.


Pr. Tiago Araujo